Tendência wellness se consolida no mercado

O mundo já não é mais o mesmo. Nem a tecnologia, nem a forma como interagimos, nem o que andamos comendo diariamente.

E, convenhamos, a quantidade de sabores, receitas, insumos e por aí vai, está cada vez maior, mais interessante e rica em nutrientes que realmente precisamos para viver melhor.

E já que tudo muda o tempo todo, mas tem coisas que chegam para ficar, a tendência wellness, que significa bem-estar, tem ganhado formas e proporções enormes, muito maiores do que imaginamos. Daqui para frente será mais e mais comum você ouvir falar sobre isso.

Só no Instagram e Facebook, por exemplo, o termo já teve mais de 15 milhões de posts. Aliás, essas plataformas tem impulsionado bastante a disseminação e reforço de que se alimentar de forma saudável tem que ser para já, para agora.

O que é wellness?

O termo surgiu há mais ou menos uns 5 anos quando as pessoas começaram a notar o quão mal estavam se alimentando e, pior, consumindo produtos industrializados, processados, em um ritmo frenético de compre-consuma agora-compre novamente. Já não se importava mais com o que estava sendo ingerido, mas quanto mais rápido fosse a compra de comida e ingestão dela, melhor para essa vida corrida em que o mundo está.

Só que, os problemas começaram a aparecer: obesidade batendo recordes (a 2ª principal causa de morte no mundo; 8 em cada 10 adultos estão obesos), problemas de saúde, autoestima, mobilidade, doenças gastrointestinais, crianças com falta de nutrientes para o crescimento, consumo em excesso de gordura e uma lista interminável de pontos negativos. A luz vermelha foi acessa e as pessoas começaram a se mexer, literalmente, em busca de uma vida mais harmonioza, saudável e sem perder o prazer em...comer!

Colocando em prática o bem-estar

Comer bem não precisa ser necessariamente demorado. E mesmo que o ideal seja parar por alguns minutos por dia para se alimentar, sabemos que no dia a dia nem sempre temos tempo para isso. Mas, o bom é que colocar em prática o seu bem-estar não é mais uma tarefa difícil, é possível sim comer bem, com produtos orgânicos e insumos mais naturais, sem ter que ir para casa ou perder preciosos minutos na fila de um restaurante. Essa é uma das propostas desse nicho que é frequentemente associado a outro termo, o clean eating (alimentação limpa), onde o foco é consumir alimentos minimamente processados.

“Você já olhou a sua volta e percebeu que as pessoas estão mesmo procurando se alimentar melhor? Nós precisamos estimular mais e mais isso, para que todos tenhamos um futuro promissor, mais saudável e realmente interessante de viver. Pensar em montar um restaurante hoje em dia é muito mais do que criar um cardápio com os alimentos X, Y, Z, que vem de outros países, que são ótimos para ganhar destaque no Instagram, etc. É preciso levar a sério o que se põe na mesa dos clientes, o que eles estão comendo, para que tenham certeza de que aquilo é saudável, rico em nutrientes e que a pessoa nem precisou perder muito tempo entre pedir e se alimentar”, comenta Abner, sócio fundador da Casa Graviola, franquia de restaurante com foco em alimentação saudável.

A alimentação wellness é ainda potencializada quando todo o cenário de bem-estar é moldado de acordo com as necessidades de cada um. Porém, sempre respeitando o que o corpo humano precisa: nutrientes + exercícios físicos + cuidados com a mente. Sim, a mente também entra nesse time, pois não há como separar vida saudável de problemas que rondam a cabeça com frequência.

Wellness que cresce a cada ano

Se a tendência é essa e veio para ficar, é bom saber que o mercado está preparado para suprir toda a demanda que só aumentará. Segundo o Euromonitor Internacional, estima-se que até 2021 o mercado de alimentação saudável no Brasil deverá crescer, mais ou menos, 4,41% anualmente. Ou seja, é muita gente querendo se alimentar bem, que vai procurar isso também fora de casa (nos restaurantes) e que dará vez ao que realmente importa: ingerir o que se faz bem.

Então, a dica que fica é: “Se reinventar, sempre. Montar um cardápio para mostrar que você pode ser mais feliz comendo bem não significa ter só alimentos sem graça ou sem aquele gostinho caseiro. Muito pelo contrário, apostar em insumos orgânicos, opções naturais e que sejam ricas em sabor é o que vai atrair o público crescente que está em busca do que há de melhor para se viver”, finaliza Abner.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos

 

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Encontre a melhor franquia para você