Rede de franquia apoia pequenos produtores com venda de microlotes de café exclusivos

Pequenos produtores de fazendas na Serra da Mantiqueira (MG) fornecem cafés especiais de edição limitada. Um pacote de 250g é vendido por R$ 39,50 nas lojas da franquia Cheirin Bão

A Cheirin Bão, rede de franquias de café especial e produtos mineiros, além de ter como objetivo popularizar o consumo da bebida no Brasil também aposta em agricultores de pequenas fazendas em Minas Gerais para valorizar o produto local e gerar renda para as famílias.

Por ano são 7.200 quilos de café produzidos com edição limitada. "A cada dois meses vamos lançar um novo microlote, queremos que as pessoas tenham acesso a esse produto tão exclusivo e de altíssima qualidade, que vai para as lojas da Cheirin Bão por R$ 39,50 um pacote de 250 gramas", explica o diretor da rede, Wilton Bezerra.

De acordo com ele há todo um cuidado para representar o café do microlote. Por fora a embalagem é preta e dentro dourada, simbolizando o ouro. "Nossa intenção é a valorização correta desse café, que é um verdadeiro tesouro mineiro mesmo".

Outra coisa importante é que todos os pacotes têm a historia de origem do grão, a fazenda, perfil sensorial e sobre o produtor. "Também trazemos todo o conteúdo em português e inglês porque já estamos trabalhando e pensando na exportação", comenta Bezerra.

Ele afirma que todos os cafés apresentam notas acima de 80 pontos e premiados pela Cup of Excellence (BSCA). Com isso, a rede espera aumentar em 20% a venda de cafés em grãos e moídos. "Minha fazenda é pequena e não posso aceitar produzir café de baixa qualidade. Hoje a pontuação média dos cafés aqui é de 83 pontos", finaliza o produtor Marcus Vinicius Souza de Carvalho.

Encontre a melhor franquia para você