Franquias de Cartórios

Franquias de Cartórios valem a pena?

No Brasil existem mais de 13 mil cartórios, os quais são os responsáveis por organizar, manter registros e certificar a autenticidade de alguns tipos de documento como, por exemplo, certidões de nascimento, casamento ou óbito e contratos de compra e venda de imóveis ou veículos.

Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça divulgados pela BBC Brasil indicam que os cartórios, ao contrário da maioria das atividades econômicas, não foram afetados de forma severa pela crise que impactou o país entre 2014 e 2017. Com isso, o faturamento deste ramo de serviços cresceu de maneira constante, passando de R$ 12,8 bilhões no primeiro ano da crise para R$ 14,3 bilhões no ano passado. Embora o ramo de cartórios tenha apresentado crescimento no período cabe observar que é menor que a inflação acumulada nos quatro anos (28,8%, pelo IPCA).

Os serviços prestados por cartórios de registro e notarias podem ser considerados públicos, por isso são exercidos a partir de delegação do Poder Público. Desta forma, quem se interessa em abrir um cartório precisa participar de um processo licitatório através de concurso público. Nos cartórios trabalham notários ou tabeliões, que são os responsáveis por dar autenticidade, organizar e registrar documentos com o intuito de dar-lhes valor probatório tanto aos órgãos públicos quanto aos particulares sejam pessoas físicas ou jurídicas.

Porém, é possível atuar no segmento por meio de redes de franquias especializadas em intermediar os serviços realizados nos cartórios oficiais e também em outros órgãos públicos. 

Com isso, as franquias de cartórios tendem a ser negócios rentáveis, sólidos e de baixo investimento, além de oferecerem vantagens como não precisar de estoque e não estarem sujeitas à inadimplência.

As melhores franquias de Cartórios

A rede de franquias Cartório Fácilfundada em 2013, é uma das principais marcas do ramo e já conta com mais de 100 unidades franqueadas pelo Brasil. Seu sucesso se dá por alguns fatores determinantes como a eficácia de seus serviços, proposta diferenciada, curto prazo de retorno de investimento, e, principalmente, a carência no mercado de prestadoras de serviço sérias e de qualidade.

Com isso, a empresa busca introduzir no mercado um novo conceito de operação e assessoria, com soluções e serviços exclusivos dentro do competitivo mercado corporativo, da maneira mais acessível.  Além da tecnologia e do modelo de operação descentralizada, tem viabilizado que a rede Cartório Fácil se expanda por todo o Brasil, oferecendo total suporte ao franqueado, em busca de um alto grau contínuo de competência e produtividade.

As inovações e soluções criadas pela Rede Cartório Fácil transformaram a empresa em referência na área de assessoria e Intermediação de serviços cartorários e registros públicos. Desta forma, permite aos cidadãos ou empresa receber certidões de qualquer natureza, e em qualquer cidade brasileira, enviadas no endereço indicado com total comodidade, fortalecendo, assim, a relação custo/benefício.

Entre as vantagens do modelo de negócios da marca estão o baixo custo de investimento e instalação, além de não possuir estoque. Uma nova unidade da marca custa entre R$25 mil e R$80 mil. Outro ponto favorável é que a operação não tem sazonalidade, visto que os produtos e serviços que são consumidos diariamente por todas as classes sociais. Dessa forma, o franqueado tende a ter boa lucratividade e rendimento, fazendo com que seu capital investido tenha retorno no menor prazo possível. 

Já a rede Cartório Mais é especializada na assessoria e intermediação entre órgãos públicos, empresas, instituições públicas e particulares e também pessoas físicas. Em sua gama de utilidades, os serviços da rede podem oferecer comodidade tanto à pessoa física, como jurídica. Voltado ao mundo empresarial, por exemplo, a rede tem facilidades a exemplo do Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) e a Certificação Digital. A rede foi criada em 2009 pelo empresário Marcus Naves e o modelo de negócio já se espalhou por todas as regiões do país.

Franquias de Cartórios com baixo custo

Na rede Cartório Mais é possível a geração de mais de 300 tipos de certidões de registro civil e de imóveis, da Junta Comercial, do INSS, das secretarias da Fazenda, do Incra, da Polícia Federal, entre outros. A rede Cartório Mais conta com 366 unidades espalhadas em todo Brasil, por um investimento entre R$45 mil e R$180 mil, já com taxa de franquia de cerca de R$35 mil e capital de giro de R$7 mil inclusos. 

E, por fim, o ramo de franquias conta também com a rede de cartórios Postal, com cerca de 272 lojas em todo o Brasil e mais de 150 tipos de serviços. Com mais de 19 anos de atuação no mercado brasileiro, a marca também presta assessoria completa para escritórios de contabilidade, imobiliárias construtoras, advogados, bancos e instituições financeiras. Para abrir a franquia Cartório Postal é necessário investir um valor total a partir de R$ 55 mil. Segundo a marca, é possível um faturamento médio mensal de R$ 60 mil e um tempo médio de retorno de 18 a 24 meses.

Perfil de franqueado de franquias de Cartórios

Para participar do segmento de franquias de cartórios, o perfil de franqueado em geral buscado pelas redes é de empreendedores que gostem de realizar e acompanhar tais serviços e tenham facilidade para lidar tanto com clientes pessoas físicas como empresas.

 

Ver Mais

Escolha a faixa de investimento