Franquias de Carnes e Frios

Franquias de Carnes e Frios valem a pena?

O churrasco, que faz grande sucesso entre os brasileiros, com certeza contribui para o aumento do consumo de carne bovina no país. Por ano, são consumidos, em média, 26,470kg de carne bovina por pessoa, conforme a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OECD. E a expectativa é que 2018 feche com aumento de 2,2% no consumo de carne bovina no Brasil, tendo como base a previsão do Banco Central de que o Produto Interno Bruto (PIB) nacional irá crescer 2,7% neste ano.  Os bons números são um bom indicativo para quem pensa em investir em uma franquia que atue no Ramo de Carnes e Frios.

O cenário se torna ainda mais positivo quando se pensa no setor de alimentação como um todo, um dos mais tradicionais dentro das franquias e também um dos que mais oferece diversificação de marcas e modelos de negócio para se investir. Em constante crescimento, o setor de franquias apresentou no primeiro trimestre deste ano, um aumento de 5,1% em receita, em relação ao mesmo período de 2017. O faturamento passou de R$36,890 bilho?es para R$38,762 bilho?es. Só o setor de alimentação cresceu 6,6% em relação ao mesmo período do ano anterior e a tendência é de se manter em alta até o final de 2018.

Uma das principais dicas para quem quer se tornar um franqueado - e isso se aplica a todos os setores e ramos - é a identificação com o produto e com a marque que se está investindo. Os contratos de franquia têm em média 5 anos de duração e o novo franqueado tem que entrar no negócio se vendo naquele mercado, naquele ramo, por pelo menos os próximos 5 anos de sua vida. O empenho e gosto do franqueado em trabalhar no negócio é um dos grandes diferenciais que levam ao sucesso do empreendimento conforme explicam os grandes consultores da área.

Melhores Franquias de Carnes e Frios

O ramo de carnes e frios conta com algumas das melhores franquias do segmento de alimentação. A rede Bon Grillê é uma das franquias mais tradicionais do ramo, em operação desde 1994 e atualmente com mais 20 unidades em operação. O investimento total para abrir uma nova operação da marca é entre R$ 350 mil e R$ 450 mil.

Já, em número de unidades, a Montana Grill, com duas décadas de operação, chama a atenção. Com quase 100 lojas espalhadas pelo Brasil, a marca se especializou em oferecer grelhados especiais (ribeye, ancho, bife argentino, entre outros) e disponibiliza modelos de franquias a partir de R$ 460 mil. 

Franquias de Carnes e Frios de baixo custo

No ramo de carnes e frios não há oferta de modelos de negócios de franquias de baixo custo, em razão da estrutura necessária para operar as unidades. O alto custo do ramo, vai desde a implantação até a operação que inclui equipes mínima de 3 funcionários.

O modelo de negócios mais tradicional do ramo são lojas em praças de alimentação de shoppings e outros locais de grande circulação de pessoas, com investimento mínimo de R$350 mil, além de capital de giro essencial para viabilizar a operação e garantir o estoque de itens necessários para a preparação dos pratos oferecidos nos cardápios. 

Perfil de franqueado de Carnes e Frios

O perfil de franqueado para atuar no ramo de carnes e frios é em geral de médios e grandes empreendedores, em razão do grande investimento necessário para implantar uma unidade franqueada. Com isso, é bem importante que os franqueados já tenham experiência na gestão de empresas, tanto na área administrativa como comercial.

Outras características bem apreciadas pelas franqueadoras são habilidade para lidar com públicos diversos e ter facilidade para manter equipes de funcionários motivados e com alto desempenho.

Ver Mais

Escolha a faixa de investimento