Como abrir um foodtruck: essa tendência de mercado tem tudo para se manter em crescimento

Os brasileiros, cada vez mais, se alimentam fora de casa. O setor de alimentação alcançou o faturamento de R$ 25,6 bilhões, representando um crescimento de 6,8% em 2014, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

A consolidação e crescimento do segmento, além da regulamentação da Lei de Comida de Rua em São Paulo, fizeram com que o food truck ganhasse força, primeiro na capital paulista, e mais tarde também em outras cidades do país.

Atualmente, muitos empreendedores sonham em ter seu próprio negócio sobre rodas, em uma Kombi, um furgão ou até em uma bicicleta, a chamada food bike. Porém, apesar do mercado estar em plena expansão, o empreendedor precisa pesquisar antes de investir no negócio.

Para conseguir pontos autorizados para a comercialização de comida de rua em São Paulo, o interessado deve fazer uma solicitação na subprefeitura para obter o TPU (Termo de Permissão de Uso) . Além disso, a Prefeitura de São Paulo divulgou no ano passado uma lista com cerca de 700 locais autorizados.

Para entrar no ramo de Food Truck, o interessado deve, primeiramente, pesquisar sobre o mercado na internet e em livros, além de conversar com empreendedores do setor.

É importante pensar também no veículo que será usado, já que a estrutura não será apenas para locomoção e sim o coração do negócio, onde serão preparados os pratos. 

O proprietário de um Food Truck precisa se atentar a higiene do veículo e a conservação dos alimentos. Neste tipo de negócio, o cliente acompanha de perto o preparo dos alimentos.

Outro fator que influencia o trabalho na rua é o trânsito e a meteorologia, o empreendedor precisa estar preparado para o trânsito que enfrentará para chegar ao ponto de venda e a trabalhar de sol a chuva.

Para começar a divulgar o negócio é interessante participar de eventos e feiras gastronômicas. “O país ainda é carente desse tipo de programação, e há cidades que reúnem público e boa culinária”, afirma Lyana Bittencourt, diretora de marketing e desenvolvimento do Grupo BITTENCOURT.

Franquia sobre rodas

De olho neste mercado crescente, muitas redes de franquias estão lançando modelos de franquias Food Truck como oportunidades para investidores interessados.

A Franquia da Pizza, por exemplo, é um Food Truck especializado na venda de pizzas pré-assadas. A Los Cabrones é especializada em comida mexicana. A Açaí no Ponto, o Big X Picanha e Espetinhos Mimi também são opções de redes de franquias que aderiram ao modelo de Food Truck.

 

Últimas Notícias

Mídias Sociais

104K

Follow