Vender internamente - Que sufoco!

Realizar uma venda, conquistar um cliente, fazer acontecer é sinal claro de resultado. Agora, imagine você ter uma boa ideia para fazer a sua empresa crescer, ou simplesmente, identificar ações que seus concorrentes adotam e vem dando certo e pior, sugestões vindas de seus clientes, sinalizando que se a sua empresa não mudar, eles correrão para a concorrência. E você está cansado de posicionar internamente e simplesmente te ignoram, e ainda você tem que ouvir frases do tipo: “time que está ganhando não se mexe”; “aqui sempre foi feito assim” e “calma, você está chegando agora e já quer mudar tudo”. Acredite, isso acontece, infelizmente, com frequência.

Esta frustração é comum e até “compreensível” em empresas de grande porte e franquias, que possuem processos engessados, mas também, acontece em pequenas e médias empresas, onde os processos são muito mais flexíveis e de comunicação mais fácil.

Seguem algumas dicas para te ajudar a vender internamente:

Casos de Benchmarking

Casos de estudos de boas práticas do mercado de empresas de sucesso, que servem de referência, são conhecidos como casos de Benchmarking. Eles ajudam bastante a “vender o peixe” internamente. Principalmente, se a referência de sucesso for de uma empresa de mesmo porte da sua e melhor, de um concorrente direto.

Investir para Crescer

Há uma grande demanda de oportunidades, mas a sua empresa não está preparada para atendê-las, seja por falta de infraestrutura, recurso humano ou por temer em mudar os processos internos. Em caso de empresas pequenas, e para demandas pontuais, há flexibilidade de se contar com “profissionais multifuncionais”, até o próprio dono “mete a mão na massa”. Se a demanda se tornar rotineira é momento de reavaliar os processos e possivelmente será necessário investir para crescer. É o que chamamos do “bom problema de crescimento”. Se você provar que o investimento irá converter as oportunidades em contratos lucrativos, os executivos o apoiarão.

Campanhas de Inovação

Boa parte de empresas corporativas, inclusive franquias, possuem campanhas de inovação. Nesses casos, há um canal de comunicação de incentivo às novas ideias. É um atalho para estimular ações de melhorias. Participe sempre!

Se as sugestões acima não adiantaram, não desanime! Vender não é fácil, muito menos dentro de casa. Se suas ideias realmente são boas e vem de encontro com o foco da empresa, cedo ou tarde, serão atendidas. Porém, tudo tem limite. Se os executivos são gestores céticos a mudanças e não querem sair da zona de conforto, essa empresa não é pra você. Busque uma empresa com espírito empreendedor, assim mesmo, você encontrará profissionais também resistentes a mudanças, mas será mais fácil de vender internamente, pois a alta gestão dessas empresas buscam profissionais com o seu perfil!

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Artigos Sidney Cohen

O perfil do profissional de Franquias: o mercado de trabalho também está atento para esse segmento.

O perfil do profissional de Franquias: o mercado de trabalho também está atento para esse segmento.

O setor de franquias é um dos segmentos que mais cresce. Mesmo em período de crise como o ano de 2015, o crescimento registrado foi de 8,3% em faturamento...

Ver mais

Franquias: O setor de franquias brasileiro é um dos segmentos que mais cresce.

Franquias: O setor de franquias brasileiro é um dos segmentos que mais cresce.

O modelo de franquias surgiu em 1862 nos Estados Unidos, por meio da Singer Sewing Copany, fabricante de máquinas de costura, que iniciou o seu processo de...

Ver mais

O comércio eletrônico é a salvação?

O comércio eletrônico é a salvação?

As consequências da crise foram inúmeras, a começar pelo desemprego. Nessas horas, apesar do clima de incerteza é um bom momento para...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você