O que muda no comportamento do consumidor brasileiro em 2019?

A pesquisa Global Consumer Insight Survey 2018, que define tendências e características de consumo em 27 países, indica que 21% dos brasileiros realizam compras online semanalmente.

O maior índice registrado desde 2014 pela consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) reforça que o consumo por meio da internet vem crescendo ano a ano. Em paralelo, há outras tendências no consumo, como o recente crescimento das lojas físicas.

Ao todo, a PwC entrevistou 22 mil pessoas entre agosto e outubro de 2017. No Brasil, o único da América Latina entre os analisados, foram 1.001 entrevistados. 41% dos respondentes fazem uso de celulares para suas compras, sejam elas diárias, semanais ou mensais. Nos tablets, são 30% e, nos computadores, 58%. Para Alexandre Horta, diretor da PwC Brasil, o aumento na demanda por produtos pela internet demonstra a melhora na oferta por parte dos varejistas. Além disso, há um amadurecimento na oferta e um aumento no número de players no mercado, o que ajuda no aumento da confiança nas compras online.

A análise feita pela PwC das características do consumo no Brasil em 2018 mostra que as compras via mobile cresceram, mas lojas físicas também registram novo crescimento. A PwC dividiu a experiência de compras em quatro canais: lojas físicas, computadores, tablets e mobile (celulares). Destas, entre 2016 e 2017 apenas mobile teve aumento na frequência de compras dos usuários, de 30% a 31%; as demais apresentavam quedas crescentes desde 2015. Porém, isso mudou nos dados de 2018: todas as divisões tiveram aumento da frequência de compras pelo consumidor, com destaque para as lojas físicas, que são um canal de consumo para 61% dos respondentes. Um grande exemplo é o investimento em lojas físicas pela Amazon e a Alibaba mediante parcerias com outras redes.

O franchising nacional participa desse contexto ao possibilitar ao consumidor uma ampla carteira de tipos de lojas e de serviços. Essa diversidade tem impulsionado a retomada econômica do setor, o que possibilitou um crescimento de cerca de 7% do faturamento em 2018, grande parte por inovação e a melhora no índice de confiança, que cresceu 94%.

Para 2019, a expectativa é aumento de até 10% no faturamento. Neste movimento de crescimento e diversidade de modelos de negócios físicos e digitais, temos como exemplo o Grupo Acerte, com a Quality Lavanderia e a Laundry 4 You, redes de lavanderias com diferenciais alternados. A Quality Lavanderia é especialista na limpeza de roupas especiais, enxoval de bebê, peças finas, peças delicadas, itens da casa, com planos, serviço de delivery e outros serviços que atendem as necessidade da família. Já a Laundry 4 You é um modelo para condomínios, dedicado à limpeza Express de roupas do dia a dia com gerenciamento 100% online via aplicativo, substituindo o uso de fichas por cartões individuais RFID. Seja online ou física, há ótimas experiências de consumo de serviços, acompanhando os diferentes comportamentos dos consumidores brasileiros.

*Danielle Denys é gerente de marketing do Grupo Acerte, detentor das marcas Quality Lavanderia, Prima Clean Lavanderia Express, Laundry 4 You Lavanderia em Condomínios, Inova Lavanderia Industrial e Linha e Bainha Costuras.

 

Saiba mais sobre: Franquia Prima Clean
Confira mais opções de franquias em: Franquias de Limpeza e Conservação

 

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Artigos Outros Artigos

Nem todo contrato que permite direito de uso da marca é franquia

Nem todo contrato que permite direito de uso da marca é franquia

O interesse por negócios envolvendo franquias ganha reforço em função do momento de crise. A franquia é apresentada como uma...

Ver mais

Após investir em três negócios, empreendedor conta quais são os desafios de mudar de setor

Após investir em três negócios, empreendedor conta quais são os desafios de mudar de setor

Trocar de segmento não é uma tarefa fácil. É preciso ter muito planejamento para deixar um negócio e investir em outro. O empreendedor...

Ver mais

Franquias têm a missão de ampliar o acesso da população à odontologia

Franquias têm a missão de ampliar o acesso da população à odontologia

De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), cerca de 19% destes profissionais estão em nosso país. Diante de tal cenário, é de se...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você