Marketing Estratégico: qual o melhor momento para reposicionar sua marca?

Entenda quais são as recomendações do Portal Sua Franquia e conheça alguns cases de sucesso

O reposicionamento da  marca de um modo geral é exigido quando acontece ou estão previstas  mudanças no  mercado, principalmente na percepção do cliente em relação ao  produto ou serviço. O momento de reposicionamento é identificado quando há uma modificação, geralmente negativa, no ganho de mercado e nos resultados financeiros de uma determinada empresa.

Além disso, pode ter relação com a mudança de posicionamento da empresa (alteração de público alvo, redefinição de mix de produtos), ou ainda de tendências e movimento da concorrência.

O principal cuidado que a empresa deve tomar ao se reposicionar é ouvir o mercado. Pesquisas qualitativas geralmente trazem informações importantes para a tomada de decisão no que se refere a estratégia a ser seguida. Toda estratégia de reposicionamento visa melhorar a rentabilidade da operação, gerar riqueza,  fluxo e fidelizaçao, sendo assim deve ser baseada nas informações e necessidades do mercado em que atua.

Depois de identificado as necessidades dos clientes e qual a percepção desses consumidores deve se analisar as tendências para o mercado a fim de definir a estratégia de acordo com os resultados previstos.

O reposicionamento pode revigorar a marca e trazer cada vez mais resultado, entretanto deve ser conduzida por profissionais  especializados para não correr o risco de perder a identidade da marca e afastar os clientes atuais, se mal desenvolvido pode  afundar uma marca.

O cuidado é não enveredar pelo campo da intuição. O  embasamento técnico por meio de pesquisas sobre tendências e comportamento do consumidor  é fundamental.

O certo é reposicionar a marca dentro de um conceito e de um estilo de vida de forma que contribua para relacionamento duradouro e que possibilite ter o cliente como um grande divulgador e defensor de sua marca, gerar emoção e desejo.

Cases de sucesso de marketing estratégico

Havaianas, de conceito de produto para público de poder aquisitivo baixo para público jovem e de alto poder aquisitivo, o produto não deixou de ser popular porém está nos pés de grandes personagens artísticas e jovens.

Outro exemplo visível no mercado é da C&A conhecida como uma loja que vende roupas de estilo a um bom preço, em seu 25º aniversário iniciou a campanha com a Top Gisele Bundchen, atraindo consumidores da classe A e B.
 
A PULMAN agregou um público diferenciado com o desenvolvimento da vasta linha de produtos ligth.

No sistema de franquias a ONODERA marca que atua no setor de estética e beleza passou também por um reposicionamento de sua marca, incluindo a mudança no seu logotipo e a forma de comunicação com o mercado e seu público alvo.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Saiba mais: Como abrir uma franquia

Artigos

Lanchão & Cia aposta em quiosques e food trucks

Lanchão & Cia aposta em quiosques e food trucks

O Lanchão & Cia, rede de restaurantes com 62 unidades em nove estados, inaugura nesta semana uma franquia food truck: agora, os interessados no negócio...

Ver mais

Porto do Sabor continua sua expansão pelo Rio de Janeiro

Porto do Sabor continua sua expansão pelo Rio de Janeiro

A loja de lanches saudáveis criada em 1997 e adaptada à formatação do franchising em abril desse ano está colhendo os frutos de longos...

Ver mais

Brou´ne participa da Franchising Expo Fortaleza

Brou´ne participa da Franchising Expo Fortaleza

A Brou´ne é uma rede de casas especializadas em brownies e doces americanos. Nasceu em Campinas, em 2008, com o objetivo de oferecer quitutes preparados...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você