Franquias: Uma estratégia aliada aos processos de gestão

Franquia

Um dos segmentos que apresentou maior destaque nos últimos anos é o setor de franquias (franchising), que obteve o crescimento de algo em torno de 20% ao ano.

Entende-se por franchising como sendo uma perspectiva de negócio no qual um empresário investirá determinada quantidade de capital em uma empresa que concederá direito ao uso e divulgação da marca, incluindo a estrutura de acordo com o padrão pré-definido e autorização para comercialização dos produtos e serviços em determinada região.

Dentre os principais motivos para uma pessoa iniciar uma franquia, podemos relacionar alguns, como o empresário ser um consumidor da marca, ter indicações ou ter visto anúncios atrativos para iniciar o negócio e, por fim, ser passível de menor esforço na abertura de uma franquia em comparação com a abertura de um negócio tradicional.

Diante desta realidade, muitos novos empresários consideram o investimento em franquias como sinônimo de lucratividade e, neste âmbito, sequer analisam o tipo de negócio, mercado e região escolhidos.

A falta de informação, entretanto, leva o empresário a perder o capital investido, contrair dívidas e prejuízos ao invés do “lucro garantido”. Portanto, antes de assinar um contrato de franquias, o empresário deve dedicar tempo e esforço na construção do plano de negócios, analisar o mercado, a região, bem como os itens essenciais de responsabilidade do franqueador, tais como transferência de know-how operacional relacionado à gestão do negócio.

É fundamental que o empresário possua conhecimentos amplos e desenvolva habilidades voltadas à gestão administrativa, financeira e comercial com relação aos processos da empresa para, então, obter o sucesso almejado.

De acordo com o Sebrae, a escolha da franquia deve envolver um raciocínio altamente organizado por parte do empresário investidor diante do conhecimento sobre o sistema de franchising, incluindo avaliação do negócio, investimento necessário, conhecimento da empresa franqueadora, além da autoavaliação com relação às habilidades e conhecimentos adquiridos ao longo dos anos e que podem agregar valor na primeira operação do negócio.

O empresário franqueado é o único responsável pelos resultados da franquia, é de sua responsabilidade investir e reinvestir no negócio, remunerar o franqueador pelos royalties, bem como assegurar a gestão com pessoal qualificado e com perfil adequado seguindo e preservando as regras do sistema.

Este cenário de intensa concorrência, competição e frequentes mudanças confere aos empresários dedicação para criar novas e melhores maneiras de responder aos desafios e problemas organizacionais.

Neste contexto, o investimento em Tecnologia da Informação (TI) surge como apoio e geração de economia ao empresário, possibilitando a consolidação das informações administrativas, financeiras e comerciais da empresa, bem como promovendo a profissionalização dos funcionários e adequando-os às estratégias da nova empresa, que é assegurar o foco no resultado.

*Michele Tiergarten é especialista em Gestão da Informação e do Conhecimento, mestre em Administração de Empresas e diretora comercial da Megasul Sistemas, software house especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão para o comércio varejista.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Artigos Outros Artigos

Artigo: Caso da varejista Americanas diz muito sobre a importância da Governança Corporativa

Artigo: Caso da varejista Americanas diz muito sobre a importância da Governança Corporativa

Nos últimos dias, o país tem acompanhado as notícias turbulentas sobre o caso da varejista Americanas, que anunciou um “rombo” de mais...

Ver mais

Artigo: Plano de negócios — a bússola do empreendedorismo

Artigo: Plano de negócios — a bússola do empreendedorismo

A bússola é um antigo instrumento de localização que serve como guia, uma orientação para saber como chegar no seu objetivo sem...

Ver mais

Artigo: O impacto da força da marca no relacionamento com o consumidor

Artigo: O impacto da força da marca no relacionamento com o consumidor

Uma marca se fortalece com a consolidação de diversos fatores. A qualidade é condição básica de sobrevivência de um...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você