Brasil: preparados para o que der e vier

As perspectivas e expectativas são mais otimistas, mas é preciso qualificação

Profissionais e empresários brasileiros começaram o ano bem mais esperançosos com o Brasil. Ao menos é o que afirma uma pesquisa divulgada recentemente pela PricewaterhouseCoopers (PwC), que coloca os executivos brasileiros entre os mais otimistas do mundo. A constatação de que algumas medidas estão sendo direcionadas para que o País retome o crescimento contribui para esse sentimento, como é o caso da inflação, que recuou para 6,29%, em 2016, abaixo do teto da meta estabelecida pelo Banco Central (BC), e de um novo ritmo na redução da taxa de juros.

Porém, o fato de os executivos estarem mais otimistas e de já começarmos a enxergar uma recuperação gradual da economia não significa que ainda não teremos obstáculos pela frente. Na mesma pesquisa, muitos foram taxativos e reforçaram que ainda não preveem contratações em 2017. Com 12 milhões de desempregados, muita gente ainda pode se sentir desestimulada a enxergar um cenário melhor.

A questão é que a economia vive de ciclos, de altos e baixos, e se há um aprendizado que microempresários e profissionais em geral não podem desprezar é o da importância de se estar sempre preparado para aproveitar ao máximo os momentos favoráveis da economia, seja para se recolocar no mercado, buscar novas oportunidades de emprego, empreender ou investir.  Estar preparado é o segredo não só para aqueles que querem voltar a crescer, mas também para aqueles que querem se fortalecer e enfrentar o próximo ciclo.

Uma boa qualificação o ajudará a aproveitar mais oportunidades como empresário ou investidor, ou ainda manter a sua empregabilidade em alta.  A expressão “pensar fora da caixa”, amplamente utilizado nas conversas empresariais, se torna cada vez mais necessário para conquistar o sucesso num futuro próximo. Aperfeiçoar suas habilidades é o que lapida a carreira e gera um profissional qualificado. Exemplificando, cursos de especialização podem ampliar as oportunidades de atuação e dobrar o salário. Se forem fluentes em inglês, pessoas com cargo de gerência podem ganhar até 61% a mais do que uma pessoa na mesma função sem o domínio do idioma.

Investir no desenvolvimento e na preparação profissional é fundamental para alavancar carreiras e aumentar as oportunidades de negócios, sobretudo em um período de retomada econômica e de novos desafios. Os processos de seleção e de negociação ficam cada vez mais criteriosos, e a qualificação é o  caminho para o sucesso. 

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Confira mais artigos em: Gurus do Franchising

Artigos Décio Pecin Jr.

De empresário a franqueador: será que estou preparado para entrar no mundo do franchising?

De empresário a franqueador: será que estou preparado para entrar no mundo do franchising?

Empreender não é tarefa fácil. Franquear, muito menos. Para termos uma ideia do tamanho do desafio que é criar uma rede robusta, basta...

Ver mais

Como empreender no Franchising com segurança?

Como empreender no Franchising com segurança?

Há quem diga que o cenário econômico atual está no fundo do poço. Outros, porém, dizem que ele já esteve pior, e...

Ver mais

Apertem os cintos, ainda bem que o piloto sumiu!

Apertem os cintos, ainda bem que o piloto sumiu!

É interessante observar os diferentes pontos de vista sobre a crise brasileira. Alguns dizem que o país já está em crise há...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você