5 dicas para empreender em studios boutique e a importância do mindfulness no setor fitness

Cofundador do grupo Velocity, Shane Young, compartilha algumas dicas para ter sucesso neste modelo de negócio

Com dados de mercado que não param de crescer, o segmento fitness, ao contrário de muitos outros, não vem sentindo os efeitos da crise econômica. Com uma movimentação anual de mais de R$ 8 bilhões, o setor fitness no Brasil representa cerca de 3% da indústria de serviços brasileira e 0,13% do PIB nacional, apontam dados da International Health, Racquet & Sportsclub Association (IHRSA).

As pessoas estão em busca de mais saúde e qualidade de vida, além de cuidados com a própria aparência. 22% da população realiza algum tipo de exercício físico, conforme dados da Pesquisa Nacional de Saúde, organizada pelo Ministério da Saúde. “O mercado fitness precisa aceitar o fato que as pessoas estão buscando primeiro bem estar e, por consequência, uma mudança física. A questão de resultado físico está diminuindo em relação à importância dos benefícios para a saúde mental. A partir do momento em que as empresas de fitness começarem a entender isso, conseguiremos entregar um serviço melhor ao mercado”, destaca Shane Young, CEO do Grupo Velocity.

Mindfulness no setor fitness

O fundador do Grupo Velocity - voltado para o segmento de health e wellness, e detentor dos Studios Velocity e Kore -, entendeu que os caminhos do segmento fitness poderiam ir além da questão física. O mindfulness (um estado mental alcançado ao focar a consciência no momento presente, enquanto calmamente se reconhece e aceita seus sentimentos, pensamentos e sensações corporais) oferece um conjunto de técnicas práticas que desafiam o proprietário a acreditar no poder da mente para uma atividade física.

“No início os alunos dos Studios Velocity e Kore buscavam resultados aparentes e mensuráveis, voltados para o físico e para a performance. Mas aos poucos, fomos entendendo o poder 'terapêutico' da experiência de aula para o aluno durante a prática, pois os resultados eram muito mais eficazes. Empreendedores que estejam pensando em investir nessa área precisam entender basicamente esse conceito para terem sucesso, é preciso acreditar na potencialidade da mente e nos benefícios da consciência plena durante o exercício”, destaca Shane.

Pioneiro e detentor da maior rede de studios boutique de bike indoor do Brasil, Shane Young dá 5 dicas para desenvolver um bom negócio em studios boutique. Destaca que as dicas abaixo são pontos que ajudam no sucesso do negócio, pois o sucesso em si é uma combinação de vários fatores, e não apenas um. Confira.

Dicas

Dica 1 – Para um Franqueado novo: a introdução ao negócio será um pouco mais fácil, pois ele poderá vivenciar isso diariamente, sentir o DNA, a cultura, a missão e os valores da empresa. O novo franqueado começa a fazer parte desse conceito e passa, de forma mais rápida e passível de menos erros, a entender como fazer um negócio desses crescer nesse sentido;

Dica 2 – Para quem está montando seu Próprio negócio: é preciso “desenhar” as estratégias do seu negócio, ou seja, qual será o seu diferencial, qual será o seu valor agregado. Defina um plano de negócios;

Dica 3 – É preciso gostar do mundo fitness e amar esse tipo de aula. Caso contrário, esse empreendedor não conseguirá incorporar isso no dia a dia. A regra também vale para instrutores, professores, e toda equipe envolvida no atendimento da marca. Todos precisam estar envolvidos em todo o projeto;

Dica 4 – Um studio não pode ser gerenciado como uma academia. Ele é como se fosse um hotel, um local de encontro, focado em lifestyle e na experiência de quem o frequenta. O novo empreendedor precisa compreender essas diferenças;

Dica 5 – Com esse tipo de negócio, o novo empreendedor precisa estar disposto a participar de todas as tarefas de um studio como, por exemplo, fazer até a limpeza, se necessário. O empreendedor precisa inspirar todos da sua equipe a estarem próximos da empresa, a “abraçarem a causa”.

* Shane Young é cofundador e CEO do Studio Velocity, primeiro e maior estúdio especializado em bike indoor do Brasil, lançado em 2014. Neozelandês, residindo há 8 anos no Brasil, também trabalhou como gerente de projetos e analista de investimentos em um fundo imobiliário no Brasil durante dois anos. Envolveu-se em um grande projeto de investimento em hotéis, composto por investidores institucionais brasileiros e americanos, onde teve como objetivo levar hotéis de médio porte e voltados para negócios para grandes cidades satélites em todo o Brasil. Antes dessa posição, Shane trabalhou como analista de investimentos para a BDO em Brisbane, na Austrália, por quatro anos. Em 2017 lançou o Kore, marca pertencente ao grupo Velocity, que se resume a treinamento funcional focado, permitindo aos usuários obter resultados significativos no menor tempo possível. Suas habilidades giram em torno de estratégias de crescimento, de marca e marketing, sempre buscando inovação e a baixos custos.

 

Encontre a melhor franquia para você: Franquias por segmentos e ramos
Saiba mais: Como abrir uma franquia

 

Fonte: Assessoria - www.suafranquia.com

Artigos Outros Artigos

Transformação digital: 5 problemas que impedem o sucesso

Transformação digital: 5 problemas que impedem o sucesso

No mundo dos negócios, cada vez mais se ouve falar em “transformação digital”. Mas qual é o contexto para essa...

Ver mais

Inovação: motor de crescimento para franquias

Inovação: motor de crescimento para franquias

Em muitos casos, a quantidade e a variedade dos produtos ofertados funcionam como um incentivo, pois as marcas precisam procurar maneiras de se manter diariamente na...

Ver mais

O fim de um ciclo?

O fim de um ciclo?

Abordaremos no presente artigo uma das principais preocupações das Empresas Franqueadoras, independentemente do seu ramo e território de...

Ver mais

Ver mais

Ver mais

Encontre a melhor franquia para você