Como abrir uma loja de roupas?

Nos últimos anos, o varejo de moda se desenvolveu no Brasil, fazendo com que o País saltasse da sétima para a quinta posição no ranking dos maiores consumidores mundiais de roupas, com US$ 42 bilhões em vendas, conforme revela estudo realizado pela consultoria norte-americana AT Kearney.

O segmento de vestuário tornou-se um dos mais importantes para a economia nacional. Segundo o Sebrae-SP, o setor reúne 92.354 empresas (99,6% delas são micro e pequenas). No total, elas empregam mais de 197 mil pessoas e geram uma massa salarial de R$ 3,4 bilhões.

Para quem deseja tornar-se empreendedor e abrir uma loja de roupas é necessária a busca por informações, já que o segmento de vestuário costuma seguir  tendências da moda, o que o torna bastante dinâmico e criativo.

O Portal Sua Franquia separou os principais pontos de atenção para o empreendedor que deseja investir em um negócio do setor de vestuário:

  • Público alvo

Para quem quer empreender neste setor é importante escolher o público com que deseja trabalhar, pesquisando dados como: classe social, poder aquisitivo e hábitos de consumo. Todos esses pontos são essenciais para os próximos passos, como a localização da unidade.

  • Tipo de roupa

Com a definição do público alvo será possível a escolha do mix de produtos. O importante é escolher um nicho de mercado e ter o cuidado de não ampliar muito esse mix, diminuindo os problemas com compras e controle de estoque.

  • Ponto comercial

A escolha do ponto comercial para sua loja de roupas é extremamente importante para o sucesso do negócio. O local deve ter fácil acesso e um bom movimento, além disso, é essencial checar se há concorrentes nas proximidades.

  • Investimento

Por conta das inúmeras possiblidades de foco do negócio, não é possível chegar a um número exato de investimento, porém é possível dizer que o principal gasto para quem vai abrir uma loja de roupas é o ponto comercial, com aluguel e luvas do ponto.

Outros fatores que influenciam no valor de investimento é decoração da loja, com expositores, manequins e móveis, por exemplo. E a aquisição do estoque inicial e o capital de giro.

 

Franquias de vestuário

De acordo com os dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de vestuário cresceu 6,9% em 2015, saltando da décima para a oitava posição no ranking de segmentos. Em número de unidades, o crescimento foi de 8%, totalizando 9.481 unidades de franquias do setor. Na composição do faturamento do Franchising em 2015, o segmento de vestuário representa 7,4%.

As principais marcas de vestuário, segundo o número de unidades, são: Hering Store, Piticas – Moda Criativa, M. Officer, Lilica & Tigor e Hope Lingerie.

Para quem pretende investir em uma franquia de vestuário existem opções com investimento inicial a partir de R$ 100 mil e abrande taxa de franquia, capital de instalação e capital de giro. O franqueador fornece ao franqueado o direito de comercialização de seus produtos e serviços, além de seu conhecimento, ou seja, seu know-how e gerenciamento.

 

CONFIRA AS OPORTUNIDADES: FRANQUIAS DE VESTUÁRIO

 





Serviço de Atendimento ao Cliente: