Como abrir uma loja de material de construção?

Apesar da crise econômica ter impactado de maneira significativa toda a área da construção civil, abrir uma loja de material de construção pode ser uma boa aposta, já que  venda de materiais de construção teve um faturamento de R$ 53 bilhões em 2015 e a expectativa é que esse setor tenha um crescimento de 6% neste ano.

Mercado

Existem, aproximadamente, 133 mil lojas varejistas de material de construção no Brasil. De acordo com a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) do ano de 2012, a maior concentração está na região Sudeste, com 48,3% das lojas, seguido da Região Sul com 19,7%, Região Nordeste com 18,9%, Região Centro-Oeste com 8,4% e Região Norte com 4,7%.

Segundo o SEBRAE, o mercado de lojas de materiais de construção é bastante sólido, 81% das lojas existentes atuam no Brasil há mais de 10 anos, ou seja, já são lojas consolidadas no setor. Das lojas consideradas pequenas ou médias, apenas 13% participam de redes associativas, que são grupos de lojas varejistas de materiais para construção que usam a mesma logomarca, cuja vantagem é obter melhores condições de negociação em preços e prazos de pagamento, além de padronizar os produtos e atendimento.

Investimento

De acordo com o SEBRAE, para uma loja de aproximadamente 100 m², o empreendedor deverá dispor de cerca de R$ 125 mil, sem considerar o pagamento de “luvas”.

A reforma, adaptação do imóvel e instalações: R$ 5.000,00; despesas de registro da empresa, honorários profissionais, taxas etc.: R$ 3.500,00; móveis para área de administrativa e estoque: R$ 6.908,00; mobiliário Show Room: R$ 15.363,00; uniformes: R$ 320,00; site na internet: R$ 1.030,00; compra inicial: R$ 70.000,00; e capital de giro: R$ 22.000,00.

Produtos

É primordial que a loja esteja limpa e organizada, além disso, o preço deve estar visível para o cliente, preferencialmente, colado na gôndola. A iluminação também pode ser usada para destacar alguns produtos.

Franquia de construção

O segmento de casa e construção cresceu 17% em 2014, segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising). Em 2015, o setor correspondeu a 5,1% da composição do faturamento do mercado de franquias. Possui mais de 5 mil unidades franqueadas.

Casa do Construtor e Portobello Shop são franquias do segmento de casa e construção.

CONFIRA AS OPORTUNIDADES: FRANQUIAS DE CONSTRUÇÃO E IMOBILIÁRIAS




Serviço de Atendimento ao Cliente: